5 Livros sobre a sexualidade na adolescencia

Nos últimos anos estamos contando com um número cada vez maior de adolescentes que procuram educação sexual na literatura.

Chega a ser uma tendência surpreendente, especialmente quando se considera que só 22 estados americanos exigem o ensino de educação sexual, e alguns distritos promovem a abstinência… o que é muito ruim, principalmente para o futuro do adolescente.

É claro que não é responsabilidade dos romancistas educar os adolescentes sobre proteção, DSTs e outras questões importantes, como disturbios futuros que podem correr, a exemplo da ejaculação precoce que pode atrapalhar muito uma vida sexual e ser tratada apenas com livro muito conhecido, o destruindo a ejaculaçao precoce.
Mas uma história bem contada da perspectiva de um adolescente pode mostrar como é o sexo quando ele é bom e quando ele não é tão bom. Os livros lembram os jovens que o sexo é parte da vida e deve ser celebrado.

Selecionamos abaixo alguns livros que têm o sexo como tema. Cada um deles traz algo diferente para o cânone das vozes jovens, mas eles têm em comum o fato de não tratar o leitor como criança.

Another Day, David Levithan

Depois de One Day, um livro sobre um narrador que acorda cada dia num corpo diferente, Levithan conta a história de Rhiannon, interesse romântico de A, uma pessoa que troca de corpos. Não é o único livro em que Levithan se afasta de clichês heteronormativos, mas pode ser sua obra mais ousada. “Queria fazer as perguntas relevantes para o gênero – o quanto ele é construído e o quanto é inerente”, disse Levithan em entrevista ao Huffington Post.

The Diary of a Teenage Girl, de Phoebe Gloeckner

Talvez você saiba que o elogiado filme deste ano sobre o despertar sexual da artista Minnie é baseado numa graphic novel. Se você viu o filme, provavelmente também sabe que a aparência sinistra e doce da atriz Bel Powley resume a maneira como sexualizamos a juventude e como as mulheres jovens e poderosas reagem a essa sexualização. Powley e a diretora Marielle Heller trazem esses temas à vida, mas na história original de Gloeckner há muito mais detalhes sobre a confusão e o isolamento de Minnie. Vale a leitura, mesmo que tenha você curtido o filme ou não.

Ugly Girls, de Lindsay Hunter

O primeiro livro de Hunter reproduz perfeitamente a sobrecarga sensorial e emocional que é a adolescência nos dias de hoje. Perry e Baby Girl são amigas e rivais ao mesmo tempo. Ambas são bem diferentes, com exceção do interesse comum em causar confusão – pequenos furtos são um dos passatempos prediletos delas.

Mas, quando ambas começam a flertar com um amigo de Facebook misterioso, as atenções se voltam para suas abordagens diferentes em relação ao sexo. O resultado é um exame profundo da amizade feminina e da luta das mulheres para se sentirem válidas na sociedade.

 

Bright Lines, de Tanwi Nandini Islam

O romance de estreia de Islam tem um elenco diverso – uma menina de Bangladesh que se sente mais em casa na natureza que entre as outras pessoas, a prima borbulhante dela e sua amiga que fugiu de casa. Cada uma das meninas tem segredos reprimidos e lida de maneira diferente com o despertar sexual. Ella, a protagonista, está traumatizada com a morte dos pais, e ela lida com isso por meio de explorações com outra menina.

O livro vai além das jornadas emocionais: ele se passa no Brooklyn e em Bangladesh, onde a família investiga seu passado distante e nem tão distante assim.

 

The End of Everything, de Megan Abbot

Abbott se especializou em escrever sobre a adolescência como uma experiência estranha e surreal demais para ser descrita de maneira direta, quanto mais idealizada. Mas ela não lança mão de vampiros ou lobisomens como metáforas da estranheza da exploração sexual. Seu romance mais recente, A Febre, é baseado na história real de uma cidade cheia de jovens acometidas por convulsões.

Mas um livro anterior dela explora de maneira mais sutil a experiência corporal do crescimento. Em The End of Everything (“o fim de tudo”, em tradução livre), duas amigas inseparáveis são separadas quando uma delas desaparece misteriosamente. Em busca da amiga, Lizzie descobre como a atenção sexual pode ser recompensadora – e perigosa.

 

O que achou da lista?? Depois de ler venha nos contar nos comentários :))

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *